6 coisas de que os gatos têm medo

Na maioria das vezes, os gatos têm medo de coisas que nos parecem racionais mas outras nem tanto.

Do ponto de vista evolutivo, algum medo parece revelar-se benéfico e até saudável aos gatos.

É tudo uma questão de perspectiva: se, por exemplo, tivéssemos os pés cobertos de aranhas até aos tornozelos de certeza que não íamos achar muito confortável. Para os gatos, isto iria ser motivo de uma brincadeira.

Os gatos têm medo de alguns objectos e barulhos porque lhes está enraizado nos genes e o que é certo é que esta reação de medo nos gatos, muitas vezes pode salvar-lhes a vida. Existem estes “medos” que podemos chamar saudáveis, e que são uma reação de defesa ou um instinto de sobrevivência. Porém, existem medos que podem ser derivados de traumas.

Os gatos tem medo ou trauma? Mas qual será a diferença?

Acredito que com algumas das dicas que apresento neste artigo, não só poderão ajudar a perceber melhor as diferenças entre os medos naturais e os medos derivados dos traumas, como também poderão ajudá-lo/a a corrigir alguns dos traumas no(s) seu(s) felino(s).

Recentemente, tive uma conversa com uma amiga que adotou um gato há pouco tempo e estava muito intrigada sobre o porquê dos gatos terem medo sem motivo aparente “aos nossos olhos”. Eu lá tentei através da conversa perceber onde estaria o problema, se seria um medo normal, proveniente de trauma ou devido a um erro humano.

A minha amiga estava a tentar ambientar o gato à sua nova casa, mantendo-o num só compartimento (segundo o meu conselho inicial). Lentamente o gato começou a ambientar-se e a tornar-se amigável, sem mostrar medo.

Como parece ser lógico, os gatos quando chegam a um ambiente novo, a primeira coisa que fazem é esconderem-se, pois é uma reação normal de defesa. Neste caso em particular, soube que passado uns dias, ela lhe tinha retirado uma parte da estrutura da cama para o gato não se esconder mais.

Quando ela pensava que o gato já estava ambientado e amigável, cometeu um erro muito grande que foi remover o único esconderijo que o seu novo gato possuía.

Esta pequena diferença foi uma grande mudança para o gato, que o fez voltar a ter atitudes que tinha no primeiro dia em que foi adotado.

Na minha opinião, parece-me ser fundamental descobrir o que desencadeia o medo nos nossos gatinhos.

Para nós, os itens a seguir podem parecer coisas ridículas e fazer-nos questionar porquê é que os gatos têm medo.

Para um gato, o medo é muito real - pode parecer vida ou morte. A maioria dos comportamentos agressivos resultam do medo.

Então quais são as 6 coisas que, por regra, os gatos têm medo?

1 – Convidados novos na casa. Não é incomum os gatos ficarem nervosos na presença de pessoas estranhas. Os gatos têm medo de algo novo porque lhes dá insegurança. O medo que o gato sente cada vez que temos uma visita na casa cria um ambiente de inquietação no felino e poderá diminuir a sua qualidade de vida, No entanto, existem formas de relaxar um gato quando deparados com situações novas, tal como oferecer-lhe a sua guloseima preferida no momento que o animal demonstra medo.

Este tipo de truque funciona mas poderá levar algum tempo até que o gato associe esse momento a algo positivo como a sua guloseima. Os gatos que socializam com muitas pessoas enquanto bebés, geralmente não têm medo de pessoas estranhas.

2 - Aparelhos barulhentos. Geralmente os gatos têm medo de objetos domésticos tais como aspiradores, liquidificadoras, máquinas de lavar roupa / secadoras, secadores de cabelo e caixas de areia com sistema de limpeza automática podem fazer os gatos fugirem. Quer saber qual é (na minha opinião e porquê) a melhor caixa de areia para os gatos, clique aqui.

3 – Ida ao veterinário. Geralmente os gatos têm medo de sair do seu território familiar. Como já referi, tudo o que é novidade para os gatos, provoca uma reação de insegurança e medo. Uma das melhores formas de fazer uma viagem ao veterinário mais tranquila, é ambientar o gato com antecedência.

Basta colocar a jaula de transporte no seu local preferido com uma manta que o gato adore e durante vários dias incentiva-lo a entrar na transportadora, oferecendo-lhe uma guloseima cada vez que ele entre. Este pequeno truque vai fazer com que o gato associe a transportadora a um momento positivo.

4 - Mudança para uma nova casa. É uma experiência que assusta os gatos. Se pensarmos bem, quando nós nos mudamos de casa também sentimos uma certa ansiedade até nos ambientarmos. Este sentimento também é sentido pelo animal. Os gatos sentem muito as nossas emoções.

5 – Os seus próprios reflexos no espelho.

Quem nunca viu um gatinho bebé a passar à frente de um espelho? A sua reação geralmente é de luta ou fuga. E porque será? Especialistas em felinos acreditam que este tipo de comportamento tem a haver com a descendência do felino. Os gatos descendentes do gato selvagem africano são muito territoriais, portanto reagem desta forma agressiva (de luta) ou fugindo assustados pois a sua reflexão no espelho leva-o a pensar que estão a invadir o seu espaço.

Acredita-se também que a maioria dos gatinhos nestas situações não reconhece que se está a ver ao espelho e acaba por ir espreitar atrás do espelho só para ter a certeza que o intruso não se está a esconder. Neste tipo de situação, não existe muito a fazer para evitar que o animal tenha medo, com o tempo ele acaba por se acostumar.

6 – Pepinos. Porque será que os os gatos têm medo dos pepinos?

A maioria de nós já assistiu a vídeos no YouTube de gatos a fugir de pepinos. Os donos colocam um pepino atrás do gato quando eles menos esperam - como por exemplo, durante as refeições – quando os gatos se viram e se deparam com o pepino, pulam de medo.

Uma das teorias para esta reação extrema é que os gatos confundem o pepino com uma cobra – mas, este não é necessariamente o caso. Os gatos caçam cobras, logo não há evidências de uma predisposição genética para ter medo dos pepinos por esse mesmo motivo.

Na verdade o que acontece é que os gatos vêm o seu local de alimentação, ou quaisquer outros locais familiares na sua casa, como espaços seguros onde eles não necessitam de estar em alerta. Portanto, quando qualquer objeto inesperado (não apenas um pepino) é posicionado atrás deles sem o seu conhecimento, é provável que se assustem.

Se os seus gatos têm medo de algo que não faz parte da sua rotina do dia-a-dia, evite o contacto dos seus gatos com esses objectos, situações ou pessoas. No caso em que o fator provocador do medo não pode ser evitado procure diminuir esse medo de forma paciente e com muito carinho usando reforços positivos em troca, tais como aquele snack ou guloseima preferidos.

Para ficar a saber mais sobre como os ajudar um gato a ultrapassar o medo, descubra aqui.

Quais as fobias e medos que os seus gatos têm? Por favor partilhe a sua história nos comentários. Todos nós vamos adorar aprender mais.

  1. Página Principal
  2.  ›
  3. As 6 coisas que os gatos têm medo

Porque o nossa lema é "BE THE BEST CAT PARENT YOU CAN BE"

Para ficar a saber todas as novidades, promoções e dicas para o bem-estar dos nosso felinos, pode subscrever em baixo.

New! Comments

Quer deixar um comentário? Pode faze-lo aqui.

Aviso Legal:  A informação disponibilizada nesta página www.bem-estar-do-gato.com deve ser apenas utilizada para fins informativos, não podendo, jamais, ser usada como substituição ou diagnóstico veterinário. O autor deste site descarta qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.